ARTES – ESCULTURA SONORA


HARRY LAUS. Jornal do Brasil, 5ª feira, 20-08-64, caderno B


A vedete da exposição de esculturas da Maurício Salgueiro, inaugurada na Galeria Macunaíma, é um estranho objeto encimado por três buzinas de carro, lembrando figuras transfiguradas e colóquio. E basta apertar um botão para que as buzinas comecem a dialogar de um modo insólito que a aparência do objeto. Eis uma combinação perfeita: música concreta e escultura abstrata. Há também uma coruja de grande efeito plástico. Seus olhos são faróis de automóvel sealed-bean. Completam a mostra mais dois trabalhos, O Idiota e Vacômetro, confeccionados com o aproveitamento de ferramentas (pás, picaretas), molas e outros materiais. Com a presente exposição Maurício Salgueiro confirma sua posição de vanguarda entre os jovens escultores brasileiros.